SULACONTECE.com
 
Atividades Diversas # Auto News # Beleza da Mulher # Curiosidades # Eventos # Feiras # Festas # Esportes # Lazer # Turismo # Gastronomia

www.sulacontece.com

DIA 16 DE MARÇO, ACONTECEU A SÉTIMA EDIÇÃO DO PASSEIO OFF ROAD ECOTURÍSTICO BENEFICENTE,

                                       QUE JÁ ARRECADOU MAIS DE 3 T DE ALIMENTOS DESDE 2007. DESSA VEZ CONSEGUIU MAIS 420 QUILOS 

                                       A FUTURA, concessionária VW é Parceira uma vez mais, tendo confirmado em 10 de janeiro a cessão de AMAROK que foi usada pela Organização como veículo-guia do grupo participante da edição 2013, que aconteceu dia 16 de março. A data é duplamente adequada, uma vez que a sigla dos veículos com tração nas quatro rodas é 4x4, e em matemática esses algarismos multiplicados têm como resultado 16. O mes em tema de música é assim citado: "as águas de março fechando o verão". E, as águas das chuvas dessa epoca brindaram os off roaders, "regando" os belos caminhos por trajetos alternativos. O primeiro trecho em terra(35 km) se apresentava apenas molhado, o que livrou o grupo da poeira. O trecho seguinte, após o almoço, estava repleto de poças, e na parte final do terceiro e último trecho não pavimentado, a lama em estado de "mousse" fechou o roteiro com chave de ouro.    

Saída para o roteiro em Floripa. O clima chuvoso prometia lama. Promessa cumprida

No final do roteiro o Sol deu o ar da graça, criando esse arco-iris registrado por Ana Luiza Silveira

                                      A participação nos OFLLORIPA é aberta a veículos 4x4, que não necessitam qualquer preparação.

                                    Off Roaders de Balneário Camboriú, Florianópolis, São José, São Paulo-SP e Tijucas participaram do OFLLORIPA 4x4 2013.  

                                      O trajeto percorreu estradas não pavimentadas em cinco municípios. Os participantes passaram por 11 cidades. O almoço foi no café colonial da Fluss Hauss, em Vargem do Cedro.

                                 Torta de Sucrilhos. Não tem como explicar. Vale experimentar. Aliás, como tudo  

Poças foram a tônica no segundo trecho em "estrada de chão" 

Foto Patrícia Jerônimo, navegadora do Bandeirante                         

  

    

                                       A cada 4x4 inscrito a organização comprou 20 Quilos de alimentos para as doações.

 

 

Foto Patrícia Jerônimo, navegadora do Bandeirante. Imagens não identifcadas, feitas pelo webmaster

AMAROK

A transmissão da pick-up VW cedida pela  FUTURA e usada pela Organização na edição 2013 do OFLLORIPA 4x4 é a manual de seis marchas. Os engates são precisos, suaves e a embreagem leve na unidade que estava com 2.528 km ao ser retirada e 2.836 km ao ser devolvida. A economia de diesel é ainda maior que na versão usada na edição 2012(leia mais abaixo). A média de consumo foi de 13 km/l usando a tração 4x4 por cerca de um quarto do roteiro percorrido e com o ar condicionado ligado apesar da temperatura amena, visando evitar o embaçamento dos vidros. Além da segurança proporcionada pela visibilidade adequada, as paisagens merecem ser apreciadas na sua totalidade e com a máxima nitidez.

Vale destacar a importância da correta calibragem dos pneus (válida para qualquer veículo, e sobretudo nas pick-ups), de acordo com o tipo e quantidade de carga. Esse ítem influi no conforto, na dirigibilidade e na segurança.

Essa foi a imagem de número 44 do OFFLORIPA 2013

Três pontos que agradaram muito na condução da Amarok: Fôrça do motor(elasticidade e torque); banco do motorista(design e densidade) que é firme e encaixa o corpo numa sensação de conforto e até de proteção; painél de instrumentos, simples e funcional com indicação de troca das marchas e autonomia.

DOAÇÕES

                                       O volume garantido até o dia 15 pela colaboração de nove Parceiros do Floripa Motor News já superava os arrecadados em 2008, 2009 e 2012. 

                                       A primeira colaboração visando a doação em 2013 foi confirmada pela Cedro Móveis que contribuiu com 50 Quilos, representados por 50 litros de leite. Pick-up Car e Trilha SC doaram 50 Quilos cada. Roda Pára-brisas aderiu doando 20 Quilos, mesmo volume doado por  Sabor do Cerrado , Schumacher Motorsports e Pickup Company.  Ponto das Baterias e Só Pneus estão entre os Parceiros contribuintes do OFLLORIPA 4x4 2013. No dia do Passeio, a Inviolável(Tijucas) entregou 50 litros de leite. A Organização em nome do SULACONTECE.com doou 100 Quilos, completando 400 Quilos. Pappatore Forneria e Pizzeria doou 20 Quilos aderindo após o Passeio.

                                       A primeira Entidade Assistencial definida para receber parte do volume arrecadado, a Seara dos Pobres (Florianópolis) instalada no Continente, foi beneficiada com 140 Quilos esse ano. A Fraternidade Espírita Allan Kardec (São José) com sede no bairro Areias e a Casa Lar Luz do Caminho (Florianópolis) sediada em Ingleses, no Norte da Ilha de Santa Catarina receberam o mesmo volume(140 Quilos cada).

                Diante das dunas do Siriu     

  Entre Garopaba e Paulo Lopes     

O "pit stop" em São Bonifácio

 Represa de Imaruí, a maior de SC                                     

O volume de alimentos doado a cada OFLLORIPA 4x4

2007    930

2008    200

2009    280

2010    634

2011    750

2012    143

 2013    160*

Total  3.097

Média   489,5 Quilos por edição. Sem contabilizar os 160 Quilos doados em 2012 quando da edição que não aconteceu.

2013  420

As Entidades Assistenciais beneficiadas nos anos anteriores foram:  2007: Seara dos Pobres (Florianópolis) e Lar de Zulma  (São José) com 465 Quilos cada; 2008  Grupo Fraternal Ramatis(Balneário Camboriu) que cuida de crianças abandonadas com os 200 Quios; 2009  Seara dos Pobres (Florianópolis) e Lar de Zulma (São José) com 140 Quilos cada; 2010 Centro Espírita Leocádio José Correia (Florianópolis) e Seara dos Pobres (Florianópolis) com 317 Quilos cada; 2011 Centro Espírita Leocádio José Correia ((Florianópolis), Seara dos Pobres (Florianópolis) e  Lar de Zulma (São José) com 250 Quilos cada. 2012: Fraternidade Espírita Allan Kardec (São José) com os 143 Quilos.*Edição que não aconteceu em julho 2013:Entidades beneficiadas, com 80 Quilos cada: Centro Espírita Leocádio José Correia, de Florianópolis e Fraternidade Espírita Allan Kardec, de São José.    

 

                                       ORGANIZAÇÃO  OFF ROAD ADVENTURE TEAM Para Quem Tem 4x4 e Espírito de AVENTURA                              

                                       PROMOÇÃO SULACONTECE.com 

                                       INFORMAÇÕES diretor@sulacontece.com

LINKS MATÉRIAS SÉTIMO OFFLORIPA 4x4 PUBLICADAS

http://nastrilhas.com.br/site/index.php/agenda/icalrepeat.detail/2013/03/16/21/-/offloripa-4x4 10/01/13

http://www.portalmakingof.com.br/entretenimento/7_edicao_do_passeio_off_road_floripa_acontecera_em_marco.html 16/01/13

http://www.belasantacatarina.com.br/eventos.asp?ev=8096&cid=52 18/01/13

http://www.colunaonline.com.br:80/coluna_ler.asp?id=7334 23/01/13

http://portaldailha.com.br/colunaonline/ecoturismo-off-road-beneficente/ 07/02/2013

http://www.colunaonline.com.br/coluna_ler.asp?id=7423 16/02/2013

http://www.colunaonline.com.br:80/coluna_ler.asp?id=7472 03/03/2013

http://www.portalmakingof.com.br/comunicacao/passeio_off_road_ecoturistico_beneficiente_esta_na_7_edicao.html 14/03/2013

 
http://www.colunaonline.com.br:80/coluna_ler.asp?id=7525 20/03/2013

http://nastrilhas.com.br/site/index.php/noticias/40-offloripa-foi-um-sucesso 21/03/2013

Conheça um pouco mais desse trabalho acessando www.offroadadventureteam.com

A PALAVRA DOS OFF ROADERS

Textos das mensagens recebidas podem estar resumidos. Entre parenteses, comentários do editor:

Blz Luciano,

Adoramos o passeio! Na verdade já estamos querendo repetir o trajeto numa outra oportunidade
Mas fica nosso agradecimento, pela oportunidade de participar do Offloripa, e nosso abraço! Obrigado ao grupo, de uma forma geral
Aguardamos novos passeios e eventos do Sulacontece!
Mando em anexo algumas fotos q a Patrícia fez, se quiseres aproveitar algo no site.
Um grande abraço,
Lucas

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Muito legal.
O proximo me convide novamente.
Eu (e as) minhas mulheres gostamos muito do passeio e do pessoal.
 
Um abraço e obrigado.
Luiz (que estreou a Hilux SW 4 em Passeio Off Road, e com o qual brinquei sobre o harém que levou a bordo: Esposa Ana Paula, Sogra Sra.Isaurina e as Filhas Ana Luiza e Giovana).

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Luciano,
 
Imagine, estamos a disposição. (por eu ter agradecido a gentileza de trazerem os litros de leite doados por Inviolável até em casa).
 
Quando houverem outros por gentileza nos avise.
 
Abs,
 
Fabiano e Carolina

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Luciano

As fotos ficaram muito boas e deram uma boa noção do que foi o percurso.
O passeio estava ótimo e o almoçao então....
nem se fala.
Abraço

Sieber (que fez a primeira participação de um Pajero Dakar em Passeio do Off Road Adventure Team. Participante de longa data, inclusive já tendo bisado o Canastra Expedition. Também já havia participado no OFFLORIPA 4x4, sempre com a fiel esposa-navegadora, Sonia).

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OFFLORIPA 4x4 SOLIDÁRIO

 

Apoios garantem 160 Quilos de alimentos para doação

 

O Passeio marcado para julho 2013 não aconteceu devido à baixa procura pelos off roaders. Em 13 anos e com 70 Passeios realizados é a segunda vez que isso acontece. Faz parte.

A Flor do Vale produziu garrafa de Cachaça exclusiva para o OFFLORIPA 4x4 SOLIDÁRIO , um show! A garrafa  que seria um dos ítens do "mini-leilão" beneficente foi comprada pelo  SULACONTECE.com por R$ 70,00. O outro ítem, a camiseta ofertada por Mão na Roda 4x4. também foi comprada pelo SULACONTECE.com por R$ 35,00 e com a soma do valor dos "lances" foi possível "engordar" o volume a ser doado

Roda Pára-brisas (Florianópolis) e Romeu Som(São José) aderiram, colaborando com o volume que beneficiou Entidades de Florianópolis e São José.

Flor do Vale Alambique e Parque Ecológico(Canela-RS),  Mão na Roda 4x4(São Paulo-SP) são os novos Parceiros do OFFLORIPA 4x4.

Parceira em outras edições, Pickup Company (Floripa) colaborou uma vez mais, assim como  Cedro Móveis que contribuiu com 50 Quilos, como na edição de março. 

As Entidades beneficiadas, com 80 Quilos cada: Centro Espírita Leocádio José Correia, de Florianópolis e Fraternidade Espírita Allan Kardec, de São José.   

No total até julho 2013 o OFFLORIPA 4x4  já doou 3.517 Quilos de alimentos.

Na mídia!

http://nastrilhas.com.br/site/index.php/maintenance/agenda/icalrepeat.detail/2013/07/27/79/-/offloripa-4x4 Publicado em 01 de julho

http://www.colunaonline.com.br/coluna_ler.asp?id=7853 Publicado em 24 de junho

http://nastrilhas.com.br/site/index.php/noticias/41-offloripa-4x4-solidario Publicado em 11 de junho

http://nastrilhas.com.br/site/index.php/maintenance/agenda/icalrepeat.detail/2013/07/13/58/-/offloripa-4x4 Publicado em 15 de maio

http://www.colunaonline.com.br/coluna_ler.asp?id=7693 Publicado em 04 de maio

http://colunaonlineexpress.blogspot.com.br/2013/05/puro-desgoverno.html Publicado em 03 de maio.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OFFLORIPA 2012

NO FINAL DE SEMANA DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

No sábado do final de semana do feriado de 7 de setembro, portanto no dia 08 alguns off roaders desfrutaram de belas paisagens num programa relaxante em meio à natureza. 

A FUTURA, concessionária VW de Florianópolis cedeu a Amarok, pick-up com motor biturbo diesel intercooler e transmissão automática de 8 marchas à frente, mais a ré para uso da organização. Abaixo pode-se conferir algumas anotações sobre o eclético modelo que alia  a robustez das camionetes ao luxo e confôrto dos carrões e agilidade de carros com potência de sobra.

Primeira parada em São Pedro de Alcantara: Carga com excesso de altura? Apenas o ângulo do clic

Municípios percorridos: São José, São Pedro de Alcantara(primeira colônia alemã em Santa Catarina), Angelina, Rancho Queimado(Capital catarinense do Morango), Águas Mornas, São Bonifácio, São Martinho, São Luis, Imaruí, Imbituba, Garopaba(cidade onde com muita sorte nessa época pode-se avistar alguma Baleia Franca), Paulo Lopes e Palhoça.

A igreja de São Pedro de Alcantara com nova pintura. Era cor de rosa

O local selecionado para o almoço se constituiu numa atração complementar ao roteiro. A parada na Fluss Hauss que além do ampliado salão  do Café Colonial tem a loja da tradicional fábrica de biscoitos decorados à mão, onde pode-se observar carpas gigantescas e a plantação de rosas de diversas espécies. 

Em seguida, a compra de cachaça diretamente na fonte, ou seja em alambique artesanal rural, que atendeu ao grupo, mas atualmente não vende diretamente o produto da cana-de açucar.

A  represa de Imaruí, a maior do estado de SC pode ser visualizada no final da tarde, já ao pôr do sol.

  Foto ao lado: Leonardo Zettel

Devido à chegada da noite o grupo não passou ao lado das dunas nas quais é possível praticar sand board, deslizando montanha de areia abaixo sobre pequena prancha.

O OFF ROAD ADVENTURE TEAM solicitou 10 Quilos de alimentos por carro participante. Os participantes trouxeram 51 Quilos de alimentos para doação. A Organização, com colaboração de Pick-up Car e Roda Pára Brisas, ambos Parceiros do Floripa Motor News, doou outros 92 Quilos. A Fraternidade Espírita Allan Kardec, Entidade de São José, foi a escolhida dessa vez, sendo beneficiada com os 143 Quilos. 

Em cinco anos consecutivos, de 2007 a 2011 o OFFLORIPA 4x4  já havia arrecadado e doado 2.794 Quilos de alimentos. Agora, com a edição 2012, a soma chega aos 2.937 Quilos.

Belezas variadas por todo o caminho

Grupo de Curitiba, a capital paranaense, chegou a Floripa na madrugada do feriado, depois de enfrentar tráfego congestionado e complicado por acidente com caminhão e obras na pista, a já conhecida piada de mau gosto repetida pelas empresas que deveriam cuidar para que o trânsito fluísse da melhor maneira. A participação inédita em nossos Passeios de um Stark, modelo nascido catarinense e já naturalizado nordestino, com montagem no Ceará.

Stark, o moderno jipe brasileiro compondo com a modernidade da arte

Esse foi o septuagésimo Passeio Off Road Eco Turístico organizado pelo OFF ROAD ADVENTURE TEAM uma das mais tradicionais empresas no segmento, tendo iniciado essa atividade em 1999.

O grupo teve Leonardo e Gislaine a bordo do Stark; Luiz Carlos e Marcia no Troller; Fred e Tai no Tracker e Bernhard e Rosi no JPX. A comunicação via rádio teve a atenta e competente Gis como informante/orientadora, também na véspera do Passeio, quando foram às praias de Jurerê Internacional, Forte, Moçambique e Jurerê, passando pela Lagoa da Conceição, praia Mole, Fortaleza da Barra onde almoçaram no Rancho de Canoa, e Parque Estadual do Rio Vernelho. No domingo o grupo foi conhecer as praias de Canasvieiras, Ingleses e Santinho na parte da manhã e depois usaram o transporte marítimo para ir à Costa da Lagoa(da Conceição) conferir a comida do Cabral, tão ilhoa quanto a provada na sexta-feira.

JPX: 110 cv a menos que a Amarok. Valentia a toda prova

Troller, cearense desde o início

Tracker, confortável e completo

Informações sobre um próximo Passeio podem ser obtidas através de contato com 48 9941.7167. Cadastro pode ser feito pelo e mail floripamotornews@bol.com.br colocando a cidade onde reside, o 4x4 que utiliza e fone para contato.

AMAROK A PICAPONA DA VOLKSWAGEN por Luciano Dellarole*

Picapona, mesmo. Fácil de dirigir que parece carro de passeio de porte médio! Mas o motorista não pode se esquecer do comprimento incluída a caçamba que não se percebe ao dirigir. O sensor de estacionamemto a ré auxilia. 

A transmissão ZF com 8 marchas automáticas tem escalonamento perfeito e mudanças suaves Na opção manual, simples toques na alavanca passam as marchas pra cima ou pra baixo O curso bem curto da alavanca torna o manuseio agradável e contribui para a rapidez das operações de mudança das marchas. Na condição automática há duas opções: D na qual as marchas vão se sucedendo em trocas imperceptíveis tamanha suavidade. Só pela indicação da marcha selecionada ao lado da letra D no mostrador digital ou pela oscilação do ponteiro do conta-gitros é que o motorista se certifica da mudança de marcha. E, S (Sport) em que o conjunto motopropulsor fica ainda mais ágil, para não dizer "nervoso", uma vez que a Amarok se mostrou um modelo relaxante, induzindo a uma condução tranquila. Estando a alvanca à esquerda, na posição D basta um toque para trás e já aparece a indicação S ao lado da marcha. Espetacular é boa definição para o sistema de câmbio desse VW de luxo que pode encarar serviços pesados como transpor atoleiros ou carregar até 1053 Quilos sobre a caçamba.

A direção hidráuilica é leve em manobras de estacionamento e mesmo a baixas velocidades. Transmite segurança e obedece ao comando com precisão e resposta em tempo inesperado, com reação semelhante à de um sedan ágil e maleável.

A suspensão alia conforto de rodagem à firmeza em curvas, nas quais a Amarok inclina pouco, transmitindo confiança. Nas ondulações do piso a suspensão "copia" bem as imperfeições, o que garante o contato contínuo dos pneus com o chão. Algumas pick-ups saltitam o que prejudica o conforto, e pior ainda, compromete a dirigibilidade.

Casarão em área rural encantou os integrantes do grupo

O INTERIOR

Belo acabamento. Bancos revestidos em couro. Controle do som no volante, também revestido em couro. Comando elétrico para a regulagem dos retrovisores externos. Comando elétrico dos vidros das 4 portas no descansa braço da porta do motorista. Ar condicionado com controle digital dual zone, permitindo selecionar temperaturas diferentes para o motorista e para o passageiro, ou para a porção esquerda e direita da cabine.

O cruise control, controlador de velocidade, também chamado piloto automático é fácilmente acionado a um simples toque nas partes inferior ou superior da extremidade da alavanca mais curta à esquerda do volante. E cumpre a função de acelerador manual, ao se manter pressionada a parte superior. Ao tocar o pedal de freio o sistema é desativado.

PLAY GROUND OFF ROAD

No console, ao lado da alavanca de comando da fantástica transmissão, junto ao banco do motorista estão as teclas de acionamento das funções Off Road, Hill Holder e Anti-patinação ou Controle de Tração. A eficiência do controle de tração é perceptível e pôde ser comprovado. Nos trechos de serra por caminhos não pavimentados, onde é comum as rodas patinarem, girando em falso, a Amarok foi dócil apesar da elevada potência sempre disponível. O sistema Hill Holder  é um limitador de velocidade para ser acionado antes de se enfrentar uma descida em piso de baixa aderência, no caso do off road, ou como auxiliar ao freio motor em caso de se estar rebocando algo ou com a caçamba carregada no limite de peso. A tecla NAV no alto da lateral do display em cristal líquido coloca o GPS na tela, seja como entretenimento ou a serviço, dependendo do usuário e da situação.

No off road todo tipo de situação

A MÁQUINA

O funcionamento silencioso e suave do motor derruba de vez a resistência pelo desconhecimento da evolução obtida nesse tipo de propulsor, que muito antes da VW colocar a Amarok à disposição do mercado brasileiro era barulhento e quase fazia chacoalhar o cérebro dos ocupantes tamanhas as vibrações. Nos dias de hoje quem afirmar não gostar é por puro preconceito. 

Que motorista que curta o prazer de dirigir não irá se deliciar com o abundante torque característico dos motores a diesel? E, com a significativa potência de 180 cv? A performance do conjunto é excepcional e a sensação, uma vez mais é a de se estar dirigindo um automóvel potente e não um utilitário(classificação oficial da luxuosa pick-up).

Para se entender melhor o resultado da combinação desse power train, o conjunto motor/transmssão na linguagem da engenharia automobilística, basta atentar para os números observados durante a utilização da Amarok por um dia: A 100 km/h em oitava marcha o motor trabalha a 1650 giros ou rpm (sigla para rotações por minuto), o que significa a terça parte da capacidade do propulsor que é de até 5.000 giros. A 85 km/h ainda em oitava, apenas 1450 rotações. A 80 km/h com a sérima selecionada 1375 giros. E, a 50 km/h usando a sexta marcha, o motot trabalha(ou melhor seria afirmar que descansa) a 1200 rpm.

Com esses números, o confôrto pela suavidade de funcionamento e a consequente economia ficam evidentes. A autonomia indicada no computador de bordo confirma: Ao sair de Floripa indicava 360 km que ainda poderiam ser percorridos com o combustível no tanque. Ao chegar em São Pedro de Alcantara após 44 km, indicava 420, somando 464, ou 100 km a mais! Ao retornar ao mesmo ponto após andar 299 km, o "computer" assinalava 290 km como a distância possível com o diesel restante, num total de 589 km, somados aos 27 km de percurso antes da saída, totalizando 616 km possíveis com os 52 litros de diesel S 50 que coloquei. Aliás o S 50 é o único combustível compatível com a tecnologia da VW Amarok.

O MOTOR: 2.0 diesel, biturbo com intercooler, "common rail", com 180 cv de potência. O torque máximo, que é o momento ou ponto de fôrça máxima, de melhor resposta é a apenas 1500 giros. Essa rotação é 30% da que o motorzinho(pela cilindrada) ou o motorzão(pelos recursos e pela performance) pode trabalhar em regime máximo de exigência.

Depois do roteiro, de volta ao ponto de início, que dispensa apresentação ou identificação

SEGURANÇA

Além da tração integral permanente(entenda-se tração nas 4 rodas o tempo todo) a VW Amarok tem sistema de freio com ABS e Air Bag para motorista e passageiro. Os potentes faróis principais complementados pelos auxiliares dão boa condição de visão noturna, embora eu não possa deixar de registrar aqui a maior segurança em se viajar com a luz do dia, independente do veículo e do sistema de iluminação que o equipe.

O contole de tração impede que as rodas girem em falso ao se acelerar em pisos com pouca aderência, situação comum no off road e ainda mais perigosa no asfalto molhado, pelo efeito surpresa sobre o condutor.

MERCADO

A atual geração de pick-ups ao contrário do que se imaginou a alguns anos "encorpou". O termo "picapona" se aplica a qualquer dos modelos top de linha das marcas que oferecem as chamadas camionetes(com variações para camioneta, caminhonete, caminhoneta) ou picapes com motor a diesel e tração 4x4 aos brasileiros. A exigência por maior espaço interno é a justificativa. Os designers foram de encontro à vontade dos consumidores de terem um veículo visualmente imponente e que transmitisse a sensação de se estar bem protegido, em segurança. Os objetivos foram plenamente atingidos.

A VW ainda não tem tradição no segnento, mas tem uma ótima rede autorizada e colocou na Amarok conteúdo tecnológico avançado, criando um belo produto do ponto de vista técnico e no que se refere à dirigibilidade.

O marketing da montadora bem poderia avaliar retornar o slogan "A marca que conhece o nosso chão ", adequado a essa piacapona.

* Luciano competiu com motores a álcool, diesel e gasolina, aspirados e turbinados, com transmissão manual, automática ou por corrente diretamente no eixo e tração 4x2 dianteira ou traseira ou 4x4. Organizou 70 Passeios Off Road Eco Turísticos. Realizou mais de 100 avaliações de veículos incluindo wet bike(espécie de moto aquática), quadriciclo, modelos fora-de-série, produtos nacionais e importados. Participou de duas edições do Transparaná e é um dos pioneiros com os 4x4 no Rali dos Sertões, tendo participado em 1995, ano de estréia dos 4x4 na prova até então disputada apenas por motocicletas. Foi o quinto colocado.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
 

MATÉRIAS OFFLORIPA 2012 

http://www.colunaonline.com.br:80/coluna_ler.asp?id=6742 Publicada em 27/08/12.

http://www.revistamakingof.com.br/27,52059-offloripa-4x4-no-final-de-semana-da-independ%C3%AAncia.htm Publicada em 28/08/12

http://turismoedestinos.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html Publicada em 29/08/12

 Publicadas em 12/09/12

http://www.colunaonline.com.br/coluna_ler.asp?id=6804 

http://www.revistamakingof.com.br/24,52339-offloripa-2012-que-aconteceu-no-final-de-semana-da.htm

Publicada em 10/09/12.

http://www.zettel.com.br/site/index.php?option=com_content&view=article&id=312:offloripa-2012-no-final-de-semana-da-independencia-do-brasil&catid=51:nas-trilhas&Itemid=83

VÍDEO editado por Leonardo Zettel

www.zettel.com.br ou http://youtu.be/Fx6JDiRSunk.